terça-feira, 3 de março de 2015

Policial morto e PM "vingador" eram amigos de infância e da mesma turma


  O policial morto na madrugada de hoje (2) em Ladário, a 419 quilômetros de Campo Grande, João Márcio Leite da Cruz, 34 anos e o também policial militar Edevaldo Aleixo Marques Fontes, 38 anos, que vingou o assassinato, eram amigos de infância e fizeram o concurso para ingressar na Polícia Militar juntos.
  Segundo informações do tenente-coronel do 6° Batalhão da Polícia Militar Wilson Velasques, João   Márcio e Edevaldo Aleixo entraram na PM em 2008 e sempre apresentaram bom comportamento "Ambos eram muito amigos, e creio que Edevaldo só atirou em Jonilson devido a uma reação momentânea", afirmou.
  Ambos os policias estavam de folga no momento dos crimes. Após realizar os disparos contra Jonilson Silva da Cruz, de 33 anos, Edevaldo se apresentou ao Comando da PM onde permanece preso.
  O crime causou grande comoção entre os policiais militares. "Eles eram muito queridos por toda a guarnição, tanto que estamos muito abalados com todos esses acontecimentos", desabafou Velasques.
  A Polícia Militar ainda está investigando as causas do crime, conforme informações de Velasques, ainda é cedo para apontar as causas. "Ainda estamos investigando, não temos nenhuma informação sobre a motivação que teria causado o crime. Vamos aguardar o fim do inquérito da Polícia Civil, que está cuidando do caso, e depois temos de 15 a 20 dias para concluir a sindicância interna", comentou.
  O velório do policial militar será hoje às 21 horas, no bairro Cristo Rei em Corumbá, já o sepultamento está marcado para às 10 horas desta terça-feira.
  João Márcio era casado e tinha um filho de um ano de idade. Já Edevaldo, que também era casado, tinha quatro filhos, segundo a PM. 
  Crime - O policial militar João Márcio Leite da Cruz, de 34 anos, foi morto com três tiros na madrugada de hoje (02), em frente ao Clube Atlético, na avenida 14 de Março em Ladário. Jonilson Silva da Cruz, de 33 anos, teria disparado contra a vítima acertando três tiros, um no peito, na perna e no abdome.
  Antes de morrer, João Márcio ainda conseguiu disparar contra Jonilson, que ao ser socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência), e encaminhado para o pronto-socorro do município, foi morto pelo também policial militar Edevaldo Aleixo Marques Fontes, de 38 anos.
  Jonilson Silva da Cruz tinha passagens por tentativa de homicídio, perturbação, vias de fato, furto, estelionato, lesão corporal dolosa e ameaça.

Detento pula muro e alambrado e foge de presídio em Campo Grande


  Preso do PTran (Presídio de Trânsito) de Campo Grande Wagner Pereira Colaneri, 30 anos, pulou alambrados e muros da unidade e fugiu durante o banho de sol por volta das 12h desta segunda-feira (02). Ele foi recapturado instantes depois por uma viatura do BPChoque (Batalhão de Polícia Militar de Choque) na região do Jardim Panorama.
  De acordo com a corporação, o preso saiu correndo ao avistar a equipe pelos quintais das casas do bairro, mas acabou detido. Ele chegou a apresentar o nome do irmão, mas foi descoberto e encaminhado novamente à unidade prisional. Aos policiais, disse que havia escapado depois de ter uma desavença com outro interno.
  Conforme o BPChoque, a viatura estava sendo utilizada para um treinamento e foi acionada via rádio. Atualmente, além desse veículo, o batalhão conta apenas com duas motocicletas.
  De acordo com a assessoria da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), Wagner foi preso no último dia 6 de fevereiro e estava no RDD (Regime Disciplinar Diferenciado) e tem mais de dez passagens pelo crime de furto.

Motorista é sequestrado e assaltantes roubam caminhão em MS.

Um caminhoneiro foi sequestrado e teve o caminhão, um IMP/GMC 16.220, roubado na tarde desta segunda-feira (2), em Dourados, 228 quilômetros de Campo Grande. A vítima de 30 anos, recebeu uma ligação para um suposto frete de um trator até Presidente Prudente (SP).
O autor então marcou com a vítima em um posto de gasolina da cidade. No local chegou uma pessoa de moto, outro de moto-táxi e um já aguardava no posto.
O caminhoneiro e dois autores então subiram no caminhão em direção a BR 463 e, logo depois pediram para estacionar o caminhão, onde o motorista desceu e percebeu que se tratava de um assalto. Dois autores, então levaram o caminhão para Ponta Porã, e um dos ladrões que ficou levou a vítima a um canavial.
O assaltante tirou o chip do aparelho do motorista e o deixou no local com seus documentos pessoais. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), da cidade.